Brasil: 6 pessoas morreram acidentalmente no Carnaval



Morreu na noite deste domingo (10), o menino, de 10 anos, que estava internado em estado grave no Hospital de Urgência de Sergipe, em Aracaju, após ser atropelado por um trio elétrico desgovernado durante o carnaval no Conjunto Jardim, em

Nossa Senhora do Socorro, na região metropolitana. Ele é a segunda vítima do acidente. Outro garoto de 11 anos, que chegou a ser socorrido após o acidente, morreu ao chegar ao hospital.

Vinte pessoas ficaram feridas no acidente. Acidente De acordo com a polícia, o acidente aconteceu por volta das 13h deste domingo (10), quando milhares de pessoas acompanhavam os festejos carnavalescos na Avenida B do Conjunto Jardim.

O trio elétrico ficou desgovernado após perder o freio e atropelou cerca de 20 foliões que brincavam o carnaval no início da tarde deste domingo (10), no Conjunto Jardim. Ainda segundo a polícia, o condutor do trio tentou de diversas maneiras parar o veículo, mas não conseguiu.

O veículo só parou ao bater em uma caminhonete da Polícia Militar, que atuava na segurança da festa. Com o impacto entre os veículos, o policial Nivaldo dos Santos, do Batalhão de Choque, teve uma lesão nas costas e precisou ser encaminhado ao hospital.
***
Carro alegórico toca fio elétrico, pega fogo e deixa 4 mortos em Santos
Acidente foi na saída do sambódromo. Desfiles foram suspensos.
Carro era o último da escola a desfilar e fazia 

Um incêndio em um carro alegórico matou quatro integrantes da escola de samba Sangue Jovem na madrugada desta terça-feira (12) em Santos, no litoral de São Paulo, e levou ao cancelamento dos desfiles do grupo especial do carnaval na cidade.

O fogo começou por volta da 1h10. O último dos três carros da escola tocou fios de alta tensão em um poste na área de dispersão logo após o fim do desfile. Segundo os bombeiros, três pessoas morreram no local e uma morreu o Pronto-Socorro da Zona Noroeste. Por volta das 3h, seis feridos em estado grave eram atendidos em hospitais da cidade.

Com o acidente, o fornecimento de energia para 6.000 casas foi interrompido na Zona Noroeste de Santos. A passarela Dráusio da Cruz também ficou sem energia. Segundo testemunhas, as quatro vítimas que morreram eram pessoas da chamada "ala da força", responsável por empurrar o carro, que prestava uma homenagem ao ex-jogador de futebol Pelé. "É uma tragédia que tivemos na cidade", disse o prefeito, em pronunciamento no Sambódromo. "Não existe clima para a continuidade do desfile. É um momento de extrema tristeza", completou.


ESTE É O FRUTO DO CARNAVAL:
prejuízos financeiro para os foliões e para os cofres públicos
miséria - drogas - doenças - fim de casamentos e mortes!