Pastor é injustiçado e condenado a prisão no Irã



Filipe Coelho que é Diretor Executivo do Centro Brasileiro para Lei & Justiça divulgou uma carta com informações com notícias não muito boas sobre Saeed Abedini que é iraniano com cidadania americana, o pastor esta preso injustamente desde outubro do ano passado numa das piores prisões do Irã.

Leia abaixo a carta na integra revelando as más notícias e falando do injusto governo do Irã:

“Nossos piores temores se concretizaram. Esta manhã (28/01) em Teerã, em uma promessa vazia que o americano Pastor Saeed Abedini poderia ser liberto, assim seu advogado chegou ao tribunal. O advogado não teve notificação de que sua presença era necessária, apenas o pedido ocasional a menos de 24 horas de um administrador judicial para um amigo da família que o advogado deveria estar presente ao tribunal porque estava previsto que Pastor Saeed seria liberto. Mas isso foi tudo uma mentira.

Assim que chegou ao tribunal, o advogado do Pastor Saeed, Dr. Naser Sarbazi viu seu cliente e no mesmo estante ele sabia que tinha sido enganado.

Sem nenhum familiar presente, o juiz Pir-Abassi do Poder 26 do Tribunal Revolucionário Iraniano, mais conhecido como o “Juiz da Forca”, verbalmente sentenciou e condenou Pastor Saeed a oito anos de prisão por ameaçar a segurança nacional do Irã através de sua liderança nas igrejas cristãs nas casas. A evidência fornecida foi de atividades cristãs de Pastor Saeed principalmente durante a década de 2000, quando sob o Presidente Khatami onde as igrejas em casas não eram percebidas como uma ameaça ao Irã. Apesar de a lei iraniana exigir um veredicto por escrito, nenhum foi dada.

Aqui está a preocupante realidade: um cidadão dos EUA, que foi espancado e torturado desde que foi preso em outubro do ano passado, enfrentando agora oito anos na prisão de Evin, uma das prisões mais brutais no Irã.

Nós representamos a esposa do Pastor Saeed, Naghmeh, e seus dois filhos, que vivem nos Estados Unidos. Ao ouvir esta injustiça, Naghmeh, disse: “A promessa de sua libertação foi uma mentira. Não devemos confiar nas palavras vazias ou promessas colocadas pelo governo iraniano. Esta quantidade falsas esperanças é uma tortura psicológica. Você não quer confiar neles, mas eles constroem um lampejo de esperança antes do golpe esmagador. Com o desenvolvimento de hoje eu estou devastada por meu marido e minha família. Devemos agora buscar todos os esforços, transformar cada pedra, e não parar até que Saeed esteje seguro em solo americano”.

Sabemos que com o Tribunal Revolucionário iraniano, que a condenação e a sentença do Pastor Saeed tiveram de ser aprovadas no topo – O líder supremo do Aiatolá Khamenei teve que assinar.

O Irã não só abusou de suas próprias leis, mas também pisoteou nos fundamentos dos direitos humanos. Apelamos aos cidadãos do mundo a se levantarem em protesto. Apelamos aos governos de todo o mundo para se levantarem em defesa ao Pastor Saeed. Como sua esposa

alegou, começando com o nosso próprio governo, todo esforço deve ser prosseguido. Estamos pedindo ao Departamento de Estado e a Casa Branca que façam um apelo para a liberação do Pastor Saeed e se envolverem ainda mais.

Esta é uma farsa real. Um cidadão dos EUA enfrenta um termo de prisão simplesmente por causa de sua fé cristã. Pastor Saeed está enfrentando oito anos em uma prisão dura, que provavelmente por causa de tanta tortura vai enfrentar risco de vida e abuso nas mãos do regime iraniano.

Por favor, continuem orando por Pastor Saeed e sua família. Continuaremos a utilizar todos os nossos esforços para que a justiça seja servida e o Pastor Saeed chegue seguro aos braços de sua amada esposa e de suas duas crianças ao volta para casa nos Estados Unidos”.